Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
O que precisa de saber sobre a Síndrome do Pensamento Acelerado
Imprimir Partilhar por email
Amplamente conhecida em todo o mundo, a Síndrome do Pensamento Acelerado é para Augusto Cury, um dos maiores problemas dos tempos atuais, que precisa de ser interpretado, divulgado e intervencionado.
 
Para este investigador e psiquiatra, a SPA está muito presente em todas as idades, sendo que, as crianças e jovens são o seu maior alvo devido essencialmente à grande exposição a estímulos. Para este autor que descreveu pela primeira vez esta síndrome, de um modo geral todos andamos demasiado acelerados, com excesso de pensamentos, dificuldade em relaxar e encontrar o nosso EU. No caso dos mais novos o problema também é muito preocupante, na medida em que desde cedo, as crianças contactam com um excesso de estímulos que as vai acelerando e procurando cada vez mais estímulos para dar resposta a uma insatisfação crescente. O contacto com os desenhos animados que, por si só também são cada vez mais acelerados, os jogos de computador e um estilo de vida muito stressante, estão a dar lugar a uma permanente necessidade de recompensas para atenuar esse vazio existencial. No fundo, os presentes são migalhas perante aquilo que se sente e, em pouco tempo, as crianças e jovens voltam a sentir a mesma insatisfação porque o problema não se resolve com recompensas, mas sim mudando o estilo de vida, dando mais qualidade aos nossos dias e, consequentemente aos nossos pensamentos.
 
“Precisamos de reservar um tempo diário para nós próprios. Fazer pequenos intervalos de dois a três minutos em que possamos contactar connosco próprios várias vezes ao longo do dia, uma vez que, essas paragens são um importante ponto de partida para reduzir essa aceleração”. Augusto Cury não tem dúvidas de que estamos a precisar de dar um novo sentido às nossas vidas e aprender a viver em paz interior que “é a maior conquista do ser humano”. Para este autor brasileiro que mais livros vendeu no seu país nos últimos anos, o dinheiro não compra nem paga a paz interior e o bem-estar que podemos sentir por nos sentirmos bem connosco próprios e, este é o desafio dos tempos atuais: aprender a dar um novo valor ao ser humano, ao sentimento e permitir ser autor da sua própria história de vida, em vez de se deixar levar por todos os estímulos em seu redor.
 
Cury realça nas suas obras que, “temos de aprender a perdoar os outros para nos podermos perdoar a nós mesmos e encontrar essa tranquilidade desejada”. Para o conseguirmos, é fundamental que compreendamos quem nos feriu e que tenhamos em mente que, “quem fere o outro é alguém que também está ferido”, pelo que se não entrarmos no fundo de nós e não compreendermos que o outro errou porque está magoado consigo mesmo e com a sua vida, acabamos por desenvolver cada vez mais raiva e revolta interior, o que nos afasta da paz desejada e nos acelera. “Temos de parar para fazer uma viagem ao nosso interior e perceber o que estamos a fazer com a nossa vida.Temos de compreender os nossos filhos e procurar dar-lhes mais qualidade de vida e tempo de qualidade para que “desacelerem” também o seu ritmo e, ao mesmo tempo, nós próprios pararmos e assumirmos que o dinheiro não nos traz a felicidade, que precisamos dele, mas que muito mais do que isso, temos de encontrar o prazer de viver no belo, no prazer da contemplação, no olhar para nós mesmos e sermos autores da nossa história, na arte de libertarmos a nossa criatividade para encontrarmos melhores respostas para os nossos problemas e, não menos importante, dormir. Ter um sono reparador é a base para a conquista dessa qualidade de vida e bem-estar. “É através das oito, nove horas de sono diários que nos renovamos, que nos recuperamos e nos preparamos para um dia de trabalho, para momentos de lazer, para tirarmos mais partido do que temos e somos”. Cury assenta muito nesta questão do sono reparador, uma vez que, “é na nossa cama que encontramos a paz interior, que organizamos os nossos pensamentos através do sono e que nos rejuvenescemos, pelo que não podemos nem deixar de dormir diariamente e ainda menos de permitir que os problemas do dia vão para a cama connosco, pois esse é um lugar sagrado para o nosso descanso e onde temos de encontrar paz”.
 
O autor da Inteligência Multifocal diz sem dúvidas de que é importante conhecermos melhor o nosso próprio funcionamento para que melhor possamos tirar partido dele, pelo que, nas suas obras, aponta as pistas necessárias para melhor informar o leitor interessado em saber mais.
 
Ainda no que se refere à SPA, Cury evidencia que, erradamente muitos especialistas têm diagnosticado muitas crianças em todo o mundo com Hiperatividade, quando “na realidade é desta síndrome de pensamento acelerado que se trata”.
 
Para identificar os sintomas desta síndrome, confira os itens abaixo:
 
A criança — ou o adolescente —  sente-se sempre cansada, como se 24 horas não fossem o bastante para realizar todas as suas tarefas, tem dificuldades de concentração e de atenção,  esquece-se das coisas facilmente e está constantemente irritada.
 
Além disso, pode sofrer por antecipação, má qualidade do sono, apresenta dificuldades em relaxar e desacelerar os seus pensamentos.
 
Este conjunto de sintomas expressa-se também fisicamente com  dores de cabeça e musculares, queda de cabelo e dores de estômago.
 
Quais as causas e consequências da SPA?
 
Ao contrário da Hiperatividade, que possui causas genéticas e ambientais, a SPA está relacionada à dificuldade em gerir o conjunto de pensamentos. Por norma, estas crianças estão expostas a muitos estímulos e não conseguem organizar-se convenientemente, o que acaba por causar muito stress e ansiedade.
 
As crianças ou jovens expostos a todos estes estímulos apresentam muita dificuldade em relaxar, em pensar corretamente, em desfrutar de uma paisagem ou de um momento de tempo livre, por terem de andar sempre à procura de novos estímulos, por apresentarem falta de paciência e irritabilidade e por serem pouco criativas, já que todas essas funções estão saturadas de conteúdos.
 
Nos seus trabalhos, Augusto Cury realça que, o cansaço mental destas crianças e jovens se expressa em termos físicos, uma vez que, o cérebro “rouba” a energia que deveria ser utilizada para o funcionamento de outros órgãos e músculos.
 
Para poder melhorar o seu estilo de vida, é fundamental que se perceba onde é que se está a falhar e, nesse sentido este investigador recorda que, manter-se ligado à internet de maneira desenfreada e receber estímulos em excesso, somado a uma rotina sobrecarregada de atividades e pressão escolar, faz desencadear inquietação, ansiedade, dentre outros sintomas da SPA.
 
Para lidar com esta síndrome, o ponto principal “é investir no treino para desacelerar os pensamentos, além de promover a adaptação dos hábitos do indivíduo”. A ajuda de um psicólogo ou psiquiatra pode ser preciosa quando o indivíduo não consegue dar resposta a esse novo desafio.
 
Augusto Cury recomenda a pratica de atividades físicas frequentemente, diminuir o ritmo da realização de tarefas, incluir períodos de pausa durante o dia e momentos prazerosos na rotina — que não estejam ligados à tecnologia, reforçando ainda o papel da família na mudança dos hábitos de vida em geral, já que todos vão beneficiar com um estilo de vida mais saudável.
 
“É importante ensinar os nossos filhos a priorizar a qualidade de vida e a se tornarem pessoas tranquilas e estáveis, que saibam lidar com as adversidades e a sofrerem menos por antecipação”.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(88014)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37628)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(21308)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(15198)

Não podemos viver sem amor

(12349)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(11536)

A mentira: um mal necessário

(9680)

Idade não traduz maturidade

(9502)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9462)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8948)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8687)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8659)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(7346)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(6359)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(6038)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5799)

É Demissexual?

(5612)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5530)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(5421)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5415)

A “ciência” do aperto de mão

(5270)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(5043)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4953)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4918)

O poder das ervas aromáticas

(4884)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4832)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4827)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4719)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4633)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4578)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4554)

A família é a base do sucesso escolar

(4505)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4398)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4371)

O que muda na mulher aos 40?

(4370)

Oito “segredos” para ser bom pai

(4344)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4298)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4291)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4268)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4233)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(4154)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(4109)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(4069)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3991)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3965)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3902)

Falta de empatia: a maior doença da humanidade

(3895)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3858)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3842)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3823)
PUB
 
MAIS LIDA AGORA
Covid.19:Novos casos são de Lagos e Portimão (contagem por concelho)

Covid.19:Novos casos são de Lagos e Portimão (contagem por concelho)

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Covid.19:CDS diz que algarvios precisam "de resposta urgente"

Covid.19:CDS diz que algarvios precisam "de resposta urgente"

ver mais
 
Futsal:Clubes de Faro assinam protocolo "histórico"

Futsal:Clubes de Faro assinam protocolo "histórico"

ver mais
 
I Liga:Portimonense perde em casa frente ao Vitória de Guimarães

I Liga:Portimonense perde em casa frente ao Vitória de Guimarães

ver mais
 
 
 
 
Alô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio