Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Os segredos que deve guardar só para si
Imprimir Partilhar por email
Há mesmo quem afirme que os amigos são os confidentes.
 
Existem inúmeras teorias acerca daquilo que se deve ou não partilhar com os outros, sendo que, é muito discutível saber qual a melhor opção a tomar, ainda assim, são muitos os estudos que mostram a importância de não falar com amigos e conhecidos acerca de determinados aspetos pessoais que podem dar lugar a opiniões destrutivas no que se refere ao alimento de uma relação.
 
Idealmente, cada indivíduo deveria suportar-se do seu cônjuge para poder estar à vontade e fazer as suas confidências, mas sabemos que é muito comum que a vida pessoal se discuta nas mesas de café entre amigos, demais familiares e conhecidos, o que provoca desgaste e, pior ainda, não permite que os problemas se resolvam.
 
Há mesmo quem afirme que os amigos são os confidentes e quem melhor sabe o que se passa na nossa vida, razão pela qual o Algarve Primeiro se suportou de um estudo levado a cabo por uma Universidade do Brasil que contesta essa forma de estar na vida.
 
Na prática, os investigadores perceberam que, muitos dos problemas que existem no seio de um casal, são discutidos entre amigos quando, na maioria das vezes, os seus elementos nem sabem do que o outro se queixa a seu respeito. Neste ponto, os cientistas advertem para a importância de se construir um ambiente aberto dentro de casa ou no seio de um namoro, isto porque ninguém merece ser falado por outros quando deveria ter a oportunidade de se justificar e de melhorar a sua postura.
 
Este problema ocorre logo no namoro em que parece mais fácil a melhor amiga conhecer as características do namorado da sua confidente do que o próprio.
 
Com os homens a realidade é distinta, já que é habitual abordarem temas masculinos e protegerem as suas vivências dos falatórios dos outros, mas no mundo feminino, ainda é comum que a amiga saiba até os gostos mais privados do marido ou namorado da amiga.
 
Para Roberto P.,“temos de mudar mentalidades e entender um relacionamento como algo sério e cujos benefícios são para a vida conjugal”.
 
Diz o mesmo coordenador do estudo que, “as mulheres se habituaram a falar entre si na tentativa de encontrarem uma performance afetiva diferente da sua verdadeira identidade e que procuram esse complemento nas amigas. Esta forma de viver a relação afasta os parceiros, enquanto que permite a abertura de opiniões que deveriam ser construídas dentro de casa”.
 
Na posição deste investigador, “as mulheres devem habituar-se a escolher temas específicos para falarem com as amigas e protegerem a sua privacidade, tal como fazem os homens. Optar pela moda, pelos passeios, pelo comentário de livros que se leram ou relatos do quotidiano informativo pode ser uma boa opção”.
 
Proteger a privacidade facilita o convívio, aumenta a cumplicidade entre os parceiros, enquanto que acrescenta todos os ingredientes essenciais para um casamento feliz – defende a mesma equipa.
 
Dá segurança ao homem saber que a mulher lhe diz o que pensa e aquilo que podem melhorar enquanto casal, ao mesmo tempo que a mulher também se sente muito mais acarinhada e mimada pelo companheiro mostrando-se mais disponível para a relação.
 
Os dados das entrevistas realizadas a mulheres, demonstram que, desde muito pequenas, é comum ouvirem as mulheres adultas comentarem as suas vidas e os pontos pessoais dos seus companheiros, o que dificulta a tarefa de não imitar o mesmo comportamento.
 
Na posição destes especialistas em comportamento humano, “é possível crescer num ambiente com essas particularidades e fazer a diferença, sobretudo porque as raparigas saem mais cedo de casa para conviverem, existe uma maior liberdade de género e, ao mesmo tempo, os livros, as revistas e a própria Internet, ajudam à procura de mais esclarecimentos. Depois entre os parceiros tudo o resto se desenvolve”.
 
Neste sentido, é importante encontrar temas curiosos para alimentar as amizades… falar do emprego, do tempo, da própria amizade, procurarem momentos de diversão entre amigas sem terem de falar dos companheiros, ajuda a que uma aula de ginásio seja melhor conseguida e proveitosa, ajuda a encontrar ideias para um jantar, para uma viagem e para outras situações em que os amigos nos acrescentam tanto. “Há assuntos só para a amizade e outros para o casal, temos mesmo de aprender a lidar com isto e a construir uma vida melhor e mais feliz, pois é no seio da família que surgem muitos dos nossos problemas por ser o nosso território de segurança emocional. É dentro da mesma que se resolvem os problemas. A mãe pode dar uma dica, mas as resoluções têm mesmo de ser encontradas no seio do casal”.
 
Depois, “não nos podemos esquecer que, há sempre mentes maldosas e que se aproveitam da fragilidade da amiga para lhe dar um conselho tendencioso, ou para usar uma solução que só resultaria na sua vida e com as suas particularidades. Tal como os sentimentos são intransmissíveis, também a vida pessoal deve ser vivida no local apropriado”.
 
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86611)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36449)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16593)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(12987)

Não podemos viver sem amor

(11550)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(9996)

A mentira: um mal necessário

(8674)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8474)

Idade não traduz maturidade

(8090)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7769)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7736)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6832)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5235)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5165)

É Demissexual?

(4947)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4921)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4721)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4331)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4247)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4227)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4150)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4069)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4068)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4043)

O poder das ervas aromáticas

(3985)

A “ciência” do aperto de mão

(3924)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3832)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3804)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3741)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3716)

A família é a base do sucesso escolar

(3686)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3685)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3673)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3659)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3642)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3637)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3628)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3598)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3538)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3491)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3446)

O que muda na mulher aos 40?

(3443)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3357)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3277)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3244)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3209)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3178)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3161)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3139)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3137)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Estudantes do Curso de Educação Social da Ualg participam em missão de voluntariado e precisam da sua ajuda!

Estudantes do Curso de Educação Social da Ualg participam em missão de voluntariado e precisam da sua ajuda!

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Biblioteca Municipal de Silves apresenta workshop de fotografia para jovens

Biblioteca Municipal de Silves apresenta workshop de fotografia para jovens

ver mais
 
Cresc Algarve 2020 disponibiliza apoio para sistemas de teleassistência que visem proteger vítimas de violência doméstica

Cresc Algarve 2020 disponibiliza apoio para sistemas de teleassistência que visem proteger vítimas de violência doméstica

ver mais
 
Executivo de São Brás de Alportel aprova moção que defende a construção de novas barragens no Algarve

Executivo de São Brás de Alportel aprova moção que defende a construção de novas barragens no Algarve

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio