Política

PAN questiona Governo sobre abusos em lar de idosos em Loulé

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas-Animais-Natureza pediu esclarecimentos ao Ministério do Trabalho e da Segurança Social acerca de situações de negligência e abusos sobre pessoas idosas num lar ilegal em Loulé.

 
Segundo o PAN, de acordo com o que foi noticiado na comunicação social os abusos ocorrem desde o ano passado e os indícios de negligência passam por falta de acesso adequado a cuidados de saúde, higiene, alimentação e psicológicos, existindo mesmo suspeitas de violência. Alegadamente terão falecido duas pessoas nas últimas semanas. Este lar localizava-se, primeiramente, num espaço em Almancil (que foi obrigado a encerrar) e agora na freguesia de S. Clemente, onde se encontram quatro pessoas idosas numa casa sem condições de habitabilidade, regista o partido em comunicado.
 
Na pergunta agora submetida ao Governo, o PAN coloca várias questões, nomeadamente sobre que ações de fiscalização foram realizadas nestes espaços, o que originou o encerramento do primeiro espaço, se há conhecimento de quantos idosos se encontram no novo espaço e em que condições aí residem, em que fase se encontram os processos de contraordenação que levaram ao encerramento do primeiro espaço e que medidas estão a ser tomadas para garantir a segurança e proteção destes idosos.
 
“Temos o dever de cuidar daqueles que cuidaram de nós, principalmente quando se trata de pessoas que pela sua idade e fragilidade necessitam de cuidados específicos. Não se compreende a incapacidade de ação de todas as entidades responsáveis pela fiscalização e atuação, incluindo o Ministério Público, na resolução desta situação que já se arrasta há tempo demais. O PAN tudo fará, naquilo que estiver ao seu alcance, para garantir a salvaguarda da vida e a dignidade destas pessoas idosas”, afirma Paulo Baptista, membro da Comissão Política Distrital do PAN em Faro.