Política

PCP realiza tribuna pública em Faro para defender SNS

 
A região do Algarve precisa que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) seja reforçado de forma urgente, defende o PCP.

Para chamar a atenção desta necessidade, está prevista uma tribuna pública, para esta terça-feira, dia 17 de novembro, às 11h00, na entrada de Faro, perto da sede da ARS Algarve, com a participação de Rui Ribeiro membro da Direção da Organização Regional do Algarve (DORAL) do PCP.
 
Com esta iniciativa, o PCP integra uma ação nacional com expressão regional em Faro, abordando a defesa do Serviço Nacional de Saúde, defendendo o seu reforço «e não entregá-lo aos grupos privados a resolução dos seus problemas».
 
Os comunistas insistem no reforço da capacidade dos cuidados primários de saúde, com mais investimento e a contratação de médicos, enfermeiros e outros profissionais «cujos direitos e salários precisam de ser valorizados». 
 
A solução para o problema do SNS, segundo o PCP, «não passa por transferir para os grupos económicos privados a prestação de cuidados de saúde, com o desvio de milhares de milhões de euros de recursos públicos para aqueles que fazem da doença um negócio».
 
O partido lembra que nesta fase de pandemia, «quando os grupos privados de saúde se recusavam a atender doentes com a covid-19, foi e é com o SNS que os portugueses podem contar». O caminho passa por reforçar o SNS «com mais financiamento, mais meios, mais profissionais», assegurando a capacidade de resposta no tratamento dos doentes com covid-19, mas recuperando a prestação dos cuidados de saúde que ficaram por realizar ao longo dos últimos meses, com a garantia do acesso à saúde aos doentes com outras patologias, conclui.