siga-nos | seja fã
PUB
 

PCP volta a questionar ministro da cultura sobre Castelo de Paderne

PCP volta a questionar ministro da cultura sobre Castelo de Paderne
Imprimir Partilhar por email
10-09-2018 - 12:15
O PCP diz em nota de imprensa que, na sequência das questões que remeteu ao ministro da cultura a propósito do Castelo de Paderne, “apenas obteve alguns esclarecimentos”, situação que fez o partido voltar a questionar o governante.
 
Dá nota o mesmo documento que, “em finais do passado mês de julho, após uma visita ao Castelo de Paderne, o Grupo Parlamentar do PCP questionou o Ministro da Cultura sobre a preservação do Castelo de Paderne, a realização de escavações arqueológicas e a melhoria das condições de receção dos visitantes”.
 
Em finais de agosto, “o Ministério da Cultura respondeu à pergunta do Grupo Parlamentar do PCP, mas limitou-se a prestar esclarecimentos sobre os montantes, nacionais e comunitários, destinados ao financiamento de um projeto, em curso, de conservação e restauro da taipa almóada da torre albarrã e do alçado nascente da muralha”.
 
O PCP adianta que, “o Ministro da Cultura não respondeu a uma única pergunta colocada pelo Grupo Parlamentar do PCP, designadamente sobre a continuação das escavações arqueológicas, no Castelo e na colina onde este se situa, sobre a necessidade de melhorar os acessos e organizar o espaço envolvente do Castelo de Paderne, construir um centro de acolhimento e interpretação, melhorar a sinalética de orientação e conteúdo ao longo do percurso da visita, garantir o acesso a pessoas com mobilidade reduzida e garantir a segurança do património, e ainda sobre os recursos humanos e financeiros adicionais que serão disponibilizados à Direção Regional de Cultura do Algarve para a concretização destas intervenções”.
 
Assim o Grupo Parlamentar do PCP, por intermédio do deputado Paulo Sá eleito pelo Algarve, questionou novamente o Ministro da Cultura, dirigindo-lhe as seguintes perguntas:
 
Reconhece o Ministério da Cultura que é necessário completar as escavações arqueológicas no Castelo de Paderne, alargando-as à colina onde este se situa, de forma a revelar, em toda a sua plenitude, o valioso património existente neste local?
 
Reconhece o Ministério da Cultura que é necessário melhorar os acessos e organizar o espaço envolvente do Castelo de Paderne, construir um centro de acolhimento e interpretação, melhorar a sinalética de orientação e conteúdo ao longo do percurso da visita, garantir o acesso a pessoas com mobilidade reduzida e garantir a segurança do património, deste modo criando condições para que os visitantes possam fruir plenamente este monumento?
 
Que recursos humanos e financeiros adicionais serão disponibilizados à Direção Regional de Cultura do Algarve para a concretização destas intervenções? Quando serão concretizadas?
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

BE:Parlamentares vão “em Bloco” à Ualg e questionam Governo sobre praxes



-

PCP quer medidas urgentes para travar degradação da rede ferroviária do Algarve



-

PSD diz que Faro está a ser "vítima" de decisões do Governo



-

Cristóvão Norte diz que, «CP está no grau zero de serviço e no menos um de respeito aos utentes do Algarve»



-

PCP promove sessão evocativa da fuga de Caxias com Domingos Abrantes em Olhão



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Colisão aparatosa logo pela manhã na EN125

Colisão aparatosa logo pela manhã na EN125

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Já se encontram abertas candidaturas para a Feira de Verão de Quarteira

Já se encontram abertas candidaturas para a Feira de Verão de Quarteira

ver mais
 
Vila do Bispo:Veleiro francês afunda-se resultando numa vítima mortal

Vila do Bispo:Veleiro francês afunda-se resultando numa vítima mortal

ver mais
 
Castro Marim:Despiste de veículo pesado faz duas vítimas mortais e um ferido

Castro Marim:Despiste de veículo pesado faz duas vítimas mortais e um ferido

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio