Tavira

Pedro Miguel Ferreira Pires

Pedro Miguel Ferreira Pires - Facebook
Pedro Miguel Ferreira Pires - Facebook  
Pedro Miguel Ferreira Pires é natural de Tavira, nasceu a 29 de março de 1988 e começou a aprender música com cinco anos na Banda Musical de Tavira. Aos oito anos, tomou o primeiro contacto com o clarinete, tendo como professor o maestro António Manuel Lopes Batista.

Aos onze anos ingressou no Conservatório Regional do Algarve Maria Campina (CRAMC) na classe do professor José António Peixoto Veloso. Foi membro do quarteto de clarinetes Four Clair formado no CRAMC, com o qual se apresentou em vários pontos do país. No ano de 2006 terminou o 8º grau de clarinete no CRAMC com a professora Jennifer Brown, e ganhou no mesmo ano o 1º prémio do Concurso de Música de Câmara desta mesma instituição. No mesmo ano ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa.
 
Foi professor de clarinete na Banda Musical de Tavira e na Sociedade Filarmónica Incrível Almadense, membro da Orquestra Sinfónica Juvenil de Lisboa, e também da Orquestra de Clarinetes de Almada (OCLA), onde se apresentou como solista.
 
Em 2008 ingressou na Banda da Armada Portuguesa e, em 2011, licenciou-se em Música, na variante de Clarinete. Nesse mesmo ano frequentou ainda o curso de Jazz na Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa.
 
Em 2015 começou a estudar composição e orquestração com o maestro Pedro Duarte e é frequentador assíduo de seminários no âmbito da composição musical e criação artística.
 
Enquanto compositor e arranjador, participa em projetos nacionais e internacionais. Desde 2021 estuda também com o compositor Óscar Navarro.
 
Em 2017 foi premiado no 1st International Contest of Original Compositions for Musical Bands (Itália) com a obra MARE CLAUSUM.
 
Atualmente, é músico na Banda da Armada Portuguesa nas funções de executante em clarinete e piano e também compositor residente. É ainda professor de clarinete na Sociedade Filarmónica União Assaforense desde 2016.
 
Em 2022, foi distinguido com o 1.º prémio, e menção honrosa pela pontuação obtida, na categoria "Obra de Concerto" pela composição intitulada "A Fligth to the Future" no âmbito do I Concurso Internacional de Composição “Emili Giménez Bou”, promovido pela Academia Ateneu Musical de Cullera (Espanha).
(+) Tavira

Ana Paula Martins

João Rodrigues

Josué Nunes

José Graça

Jorge Botelho