Sociedade

Portimão: Aliciavam sexo a troco de dinheiro para furtar cartões bancários

 
Duas mulheres, de 25 anos e 32 anos, foram detidas por suspeitas da prática, uma delas de um crime de roubo e a outra de dois crimes de roubo, um crime de ofensa à integridade física simples, um crime de coação agravada na forma tentada, dois crimes de burla informática e nas comunicações, um crime de furto e um crime de apropriação ilegítima.

Segundo comunicado do Ministério Público (MP), os factos ocorreram entre dezembro de 2019 e julho deste ano, "havendo suspeitas de que uma das arguidas, em duas ocasiões diferentes (numa das situações juntamente com a outra) terá convencido dois homens a manterem relações sexuais a troco de dinheiro".
 
Mediante o uso de violência, o MP adianta que a arguida "apoderava-se de dinheiro e cartões bancários das vítimas, fazendo, depois, levantamentos de dinheiro e compras em estabelecimentos comerciais, em que numa dessas situações, a mulher chegou a ameaçar a vítima de morte, caso apresentasse queixa".
 
Presentes a interrogatório judicial, uma das arguidas ficou em prisão preventiva e a outra sujeita à obrigação de se apresentar três vezes por semana no Órgão de Polícia Criminal da sua área de residência, além de ficar proibida de se ausentar para o estrangeiro e de contactar, por qualquer meio, com a vítima.
 
O inquérito dirigido pelo Ministério Público da secção especializada de Portimão do DIAP, é coadjuvado pela PSP de Portimão.