Economia

Presidente da RTA acredita que sucesso do turismo deve-se também ao contributo da Universidade do Algarve

Portugal está no centro das atenções mundiais porque foi reeleito melhor destino turístico do mundo pelo segundo ano consecutivo e de receber um número recorde de prémios nos World Travel Awards.

 
Os prestigiados Óscares do Turismo reconheceram a excelência da indústria hoteleira e turística do nosso país. Mas qual é o segredo do sucesso de Portugal? - questiona nota da RTA enviada à comunicação social.
 
São vários os atrativos que colocaram Portugal no mapa dos melhores destinos do mundo. Mas a Região de Turismo do Algarve (RTA) acredita que o futuro do turismo está na investigação e na formação académica, indispensáveis para alavancar o desenvolvimento do setor mais profícuo em Portugal. 
 
A Universidade do Algarve, de acordo com a Região de Turismo do Algarve, "tem tido um papel de destaque nesta área e alcançou uma posição de relevo no Shanghai Ranking’s Global Ranking of Academic Subjects, um dos mais prestigiados no mundo. Em 2018, este ranking destaca o desempenho da UAlg na produtividade científica e na qualidade de investigação em Hospitality & Tourism Management".
 
«É com grande satisfação que vejo a Universidade do Algarve integrar a lista dos melhores do mundo na investigação em Turismo. Sem ciência não há progresso económico e social, e o setor turístico necessita de investigação de excelência que nos permita antecipar o futuro e corresponder eficazmente às dinâmicas turísticas, dotando-nos da capacidade de influenciá-las a nosso favor» explica o presidente da Região de Turismo. «A excelência do Turismo em Portugal resulta também da qualidade da investigação da UAlg, e este é mais um extraordinário contributo da região para o bom momento turístico do país», conclui João Fernandes.
 
O ranking de Shangai avalia 52 áreas científicas, nas quais são listadas até 500 instituições de ensino superior, de entre mais de 1400 instituições provenientes de 80 países. Baseia-se em indicadores de produtividade científica e qualidade de investigação, designadamente, no número de artigos publicados, qualidade das publicações, número de citações, artigos publicados com colaboração internacional e prémios de investigação. Este ano a UAlg surge neste ranking em cinco áreas, com destaque para o Tourism Management, posicionado entre os lugares 100-150.