Política

PSD critica que programa de dinamização de rua em Portimão decorra "em tempos de Estado de Calamidade Pública"

 
O PSD Portimão informou em comunicado que votou contra em reunião de Câmara, para que uma verba de 450 mil euros (com IVA) fosse direcionada para promover e dinamizar o evento de Fórmula 1, o MotoGP e o Natal de 2020, num ano que diz ser "atípico".

Apesar de ser "profundamente favorável" à realização de grandes eventos no concelho e reconhecendo "a excelência e o mérito" dos responsáveis do Autódromo Internacional do Algarve para atrair "um Grande Prémio de Fórmula 1 ou um MotoGP", com o devido retorno económico para Portimão, o partido critica o executivo camarário (PS), de investir num programa de dinamização de rua em tempos de Estado de Calamidade Pública, anunciada pelo Primeiro-Ministro.
 
O líder do PSD Portimão, Carlos Gouveia Martins aponta no mesmo comunicado, que "não precisamos nem devemos perder a noção de responsabilidade em torno da Saúde Pública e do perigo do vírus SARS-CoV-2, estejamos no Largo da Mó, na Alameda, no Jardim 1º de Dezembro ou na zona ribeirinha, onde a Câmara Municipal entendeu montar experiências diversificadas de animação nesta altura pandémica".
 
O PSD entende que a verba poderia ser empregue para a recuperação do comércio local, "com a aplicação de um programa incentivador anual com calendarização clara e com conhecimento atempado dos empresários", criticando que sejam programados, "eventos avulso e divulgados sem antecedência, com ou sem covid.19", conclui.