Política

PSD Portimão critica aprovação de estratégia local de habitação a 1 ano das eleições

 
Foi aprovada no passado dia 9 de setembro, em reunião extraordinária de Câmara Municipal, a estratégia local de habitação apresentada pelo executivo socialista.

O PSD de Portimão critica que a 1 ano das eleições a proposta tenha sido aprovada, "após 2 anos de promessa do PS". 
 
Os social democratas apontam em comunicado que fizeram aprovar em reunião de câmara por unanimidade a proposta “Acesso à Habitação no Município de Portimão”, em 18 de julho de 2018. Consequentemente, a 25 de janeiro de 2019, a bancada do PSD apresentou uma outra proposta de recomendação sobre a estratégia de habitação em Portimão onde referia a importância do levantamento de todo o património edificável da câmara.
 
O partido acusa o executivo socialista, de "nada ter feito, quer na reabilitação da zona histórica, na habitação social alta, nem para jovens famílias ou estudantes que dinamizariam a zona central da cidade".
 
Considera que o documento agora apresentado - «Estratégia Local de Habitação do Concelho de Portimão 2020-2030» -  pretende dar resposta a vários problemas identificados "há muito tempo no município". No entanto, salienta que o PS, "governa o Município de Portimão há mais de 40 anos, num concelho onde hoje é evidente a existência de bairros sociais degradados, com 567 famílias em situação urgente de habitação e uma necessidade de 85,6 milhões de euros de investimento em habitação social".
 
No mesmo comunicado, repudia "a incoerência política do PS" depois ter reprovado a votação de uma moção subscrita juntamente com a Comissão Política Distrital da JSD/Algarve, denominada, “Do interior ao litoral algarvio: Habitar Jovem” apresentada pela bancada do PSD em Assembleia Municipal de 29 de junho de 2018, "onde constava, precisamente, a proposta de benefícios fiscais e habitação para jovens, agora incluída na estratégia do executivo permanente", conclui.