Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Quer poupar dinheiro em explicações?
Imprimir Partilhar por email
Muitos pais queixam-se de dificuldades em motivar os filhos para o estudo e para os trabalhos de casa.
 
Para ajudar nessa tarefa, recorremos aos ensinamentos de Ana Manta, psicóloga clínica e coordenadora pedagógica da Red Apple - Formação Contínua e Estudos Superiores, que ensina a motivar o seu filho para o estudo e a tornar os finais de dia num espaço de prazer e de diversão mútua.
 
Para esta especialista, pais e filhos precisam de estar em sintonia e motivados para a tarefa, a partir daí, tudo se torna mais fácil e entusiasmante.
 
Para começar, é determinante criar rotinas em que os pais estejam o mais presentes possível e transformar o tempo de estudo em tempo de diversão. A ideia é que pais e filhos possam sentir-se bem a fazer qualquer coisa em conjunto, como estudar, por exemplo, refere a especialista, em declarações ao Saldo Positivo.
 
A mesma especialista aventa que, por falta de tempo ou por sentirem que não têm as competências necessárias para acompanhar o percurso escolar dos filhos, muitos pais optam por explicações ou centros de estudo, nos quais as crianças fazem os trabalhos de casa e estudam acompanhados por um professor, e assim estão livres para brincar e descansar quando chegam a casa. Para além de ser uma opção dispendiosa, retira um tempo muito importante que pais e filhos podem usufruir em conjunto, sustenta Ana manta.
 
No início pode parecer um pouco difícil, mas aos poucos, com o passar dos dias, pais e filhos aprendem em conjunto. Na realidade, as crianças aprendem as matérias na escola, em casa precisam de motivação, interesse e acompanhamento dos pais para estudarem. Essa tarefa é fácil de concretizar quando os pais se motivam também com o percurso escolar dos filhos e lhes dão essa importante atenção e incentivo. Não nos devemos esquecer que, é muito mais fácil as crianças aprenderem com o apoio dos pais e num ambiente descontraído do que em qualquer centro de estudo, por muito bom que ele seja. Os mais novos adoram estar na presença dos pais, ensinar-lhes o que sabem e aprender com eles, pelo que a solução é tirar partido dessa motivação natural.
 
Ana Manta não tem dúvidas de que, além de todos os gastos mensais com os filhos, as explicações são um peso que se poderia evitar no orçamento familiar e, enquanto se poupa, faz-se o mais importante de tudo, estamos com os nossos filhos numa dimensão tão importante para o seu futuro como é a escola.
 
É verdade que muitos pais têm horários mais exigentes, por isso podem circular entre o pai e a mãe nessa tarefa de acompanhamento do estudo. Em casos em que não é mesmo possível, pode optar por brincar de outra forma e dentro do tempo que possui, mas não deixe de dar essa atenção aos seus filhos. Converse, fale sobre o dia de escola. Ana Manta sugere um frasco de perguntas que pode encetar esse hábito. Escreva diversas perguntas que gostaria de colocar ao seu filho após o dia de escola e coloque-as dentro de um frasco. Quando a criança chega a casa retira uma pergunta. A mãe ou o pai lê e, a partir daí permita que a criança fale abertamente sobre aquilo que pretende. Esta é uma excelente forma de evitar bombardear a criança com perguntas quando chega a casa e de a inibir ainda mais.
 
Para tornar o tempo de estudo mais interessante, esteja presente com o seu filho, deixe-o explicar o que sabe e o que aprendeu na escola. Exercitem a leitura em jeito de concurso, cantem a tabuada e as contas, encontrem formas criativas de tornarem o estudo mais divertido. Ao mesmo tempo, é importante oferecer um momento de diversão após o estudo.
 
Depois de terminarem os trabalhos, dê uma tarefa que a criança goste de realizar ou brinque 15 minutos com ela. Com este sistema criam uma rotina diária que deixa de ser um tormento para passar a ser um momento de diversão. Passa a ser espetacular estudar e fazer os trabalhos desta forma, experimente e arrisque também a sua criatividade para fazer jogos com as matérias escolares. Pintem desenhos alusivos à matéria, escrevam frases em conjunto e libertem a imaginação, vão ver que aprender é um prazer e que apoiar o filho não é uma obrigação; é uma missão crucial para o desenvolvimento.
 
Ao instituirmos em pequenos estes hábitos de estudo, os nossos filhos vão segui-los pela vida fora, acabando por realizar as suas tarefas sozinhos e por se prepararem para o trabalho na vida adulta. É mesmo muito importante passar por esta etapa na presença dos pais: ela será determinante para todo o percurso escolar dos nossos filhos.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(88037)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37645)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(21394)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(15252)

Não podemos viver sem amor

(12369)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(11555)

A mentira: um mal necessário

(9694)

Idade não traduz maturidade

(9533)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9478)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8978)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8695)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8690)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(7367)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(6419)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(6052)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5811)

É Demissexual?

(5629)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5538)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(5462)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5426)

A “ciência” do aperto de mão

(5290)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(5052)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4967)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4926)

O poder das ervas aromáticas

(4902)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4863)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4836)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4727)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4652)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4594)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4564)

A família é a base do sucesso escolar

(4515)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4405)

O que muda na mulher aos 40?

(4393)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4382)

Oito “segredos” para ser bom pai

(4353)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4311)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4302)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4276)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4240)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(4161)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(4120)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(4076)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(4000)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3974)

Falta de empatia: a maior doença da humanidade

(3930)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3911)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3867)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3854)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3832)
PUB
 
MAIS LIDA AGORA
Marido suspeito de assassinar mulher em Olhão

Marido suspeito de assassinar mulher em Olhão

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Marido suspeito de assassinar mulher em Olhão

Marido suspeito de assassinar mulher em Olhão

ver mais
 
Algarve 2020 reserva 4,3 milhões para apoiar na remoção de amianto nas escolas

Algarve 2020 reserva 4,3 milhões para apoiar na remoção de amianto nas escolas

ver mais
 
Lagoa continua a ser a única Câmara Municipal do país com a Certificação da Norma Portuguesa 4552:2016

Lagoa continua a ser a única Câmara Municipal do país com a Certificação da Norma Portuguesa 4552:2016

ver mais
 
 
 
 
Alô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio