Economia

Rotary Clube de Loulé atribuiu Prémio Profissional do Ano 2020 - 2021

 
A Garvetur recebeu no último sábado, o Prémio Profissional do Ano 2020 - 2021, iniciativa do Rotary Clube de Loulé, prémio entregue ao seu administrador, Reinaldo Teixeira.

Segundo os organizadores o galardão foi atribuído aos “profissionais e empresas do Concelho de Loulé que cumpriram com rigor, empenho, competência, honestidade e ética o desempenho da sua atividade profissional”. 
 
Reinaldo Teixeira referiu a propósito do galardão que «2020 foi um ano difícil devido à emergência sanitária provocada pela pandemia e que as nossas equipas souberam enfrentar com coragem e resiliência, enquanto comunidade. O Algarve e o concelho de Loulé foram particularmente atingidos, pela especificidade da sua economia. Muitas foram as empresas cujas atividades se desenrolam no setor do Turismo e tiveram de procurar formas mais criativas no sentido de continuarem a laborar e a manter os empregos. É com a maior satisfação que recebo este galardão no ano em que a Garvetur completa 38 anos, fechando com chave de ouro este marco da vida da empresa, cuja longevidade e posicionamento no mercado está intrinsecamente ligado a clientes que se transformaram em amigos. É também um justo reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por todos os profissionais da empresa. É nossa missão procurar o crescimento sustentado da economia do Concelho de Loulé onde estamos sediados e da região do Algarve, para além de Lisboa e Beira Baixa onde também temos escritórios, contribuindo assim para o todo, a nível nacional. Aproveito ainda para felicitar o Professor Carlos Cabrita pelo honroso e justíssimo Prémio Carreira que lhe foi atribuído», salientou.
 
Já Andreia Alexandre, Diretora de Recursos Humanos, considerou que «após 38 anos de experiencia acumulada, a Garvetur e todo o universo Enolagest tem ainda mais responsabilidade em fazer melhor, para manter um lugar de relevo no setor e fazer jus ao reconhecimento do prémio agora atribuído. Em 2021 continuaremos a apostar na retoma económica que estamos convictos que terá a partir de agora um ciclo crescente, por isso exige o maior esforço quer por parte da administração da empresa quer dos seus colaboradores, essenciais para os sucessos que temos vindo a obter».