Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Sabia que discutir é um vício?
Imprimir Partilhar por email
Existem pessoas peritas em discussões, em colocar as culpas nos outros e, mais ainda, em criticar tudo e todos.
 
Estas pessoas dependem desses comportamentos como qualquer ser humano depende de um alimento para sobreviver, por essa razão, torna-se muito difícil travá-las. Este tipo de pessoas começa o dia à procura de um pretexto para discutir com o cônjuge, com os filhos, com o gato, com o cão e com tudo o que lhe aparece pela frente. São pessoas sempre maldispostas, arrogantes, de mal com a vida que, têm muita facilidade em atribuir todas as suas frustrações a quem lhes aparece pela frente.
 
Estas pessoas não vão ao fundo de si mesmas com o intuito de descobrirem o que realmente se passa consigo e acabam por descarregar toda a sua má energia sobre os outros. Acreditam que as outras pessoas precisam sempre delas e que as perdoam sempre, pois já se habituaram a desculpar-se com os “meus nervos à flor da pele” e acham que se tornou normal essa forma de estar na vida reclamando de tudo, colocando as culpas nos outros e criticando sempre alguém. Reservam pouco tempo para si mesmas e pensar nos seus atos é algo que desconhecem, pois estão sempre projetadas em alguém, na maior parte das vezes, naqueles lá de casa. As suas vítimas sofrem de graves problemas de autoestima, de autoconfiança, de sentimentos de culpa e de uma dependência e dedicação quase intocáveis porque já não conseguem reagir à pressão de quem passa os seus dias a colocá-las para baixo.
 
Por norma, estas relações são doentias e só funcionam unilateralmente, uma vez que, as pessoas viciadas em discussões não dão nem tempo, nem espaço para que o outro responda, para que reaja, para que se afirme de alguma forma. Com esta atitude, ganham uma superioridade fora do normal e “vão encostando cada vez mais o outro à parede”. Podem ser homens ou mulheres, mas trata-se de um problema que, ao não ser tratado, a vítima deve repensar muito bem na sua vida ao lado de uma pessoa assim, pois por mais que faça tudo o que estas pessoas desejam, que procure corrigir-se ao máximo para minimizar as suas falhas, que cumpra tudo o que lhe é exigido, o vício vai persistir, a crítica permanecerá e as discussões vão continuar.
 
Pode acontecer que, um dia a vítima se canse de ser maltratada e saia dessa situação ou que aceite a procura infinita de um reconhecimento e de uma recompensa que nunca vai chegar, pois as pessoas viciadas em discussões ou são devidamente tratadas e acompanhadas por um psiquiatra ou psicólogo, ou jamais vão olhar com respeito para a pessoa que têm ao seu lado, pelo que é um esforço inútil.
 
No seu livro: Perigo! Duas Caras, Margarida Vieitez ilustra muito bem os C.C.C. que é como quem diz, as pessoas que lhe apontam o dedo, as falhas, os defeitos, uma vez após outra, que o fazem assumir os erros que sabe que não cometeu, a responsabilidade que não é sua, e que descobrem os motivos mais inacreditáveis para discutir consigo, para lhe extrair a sua energia vital, a sua alegria, a sua paz… fazendo-o sentir passar por tempestades cíclicas não são previsíveis pelo melhor meteorologista do mundo.
 
A autora descreve-os como aditivos em Culpa, Crítica e Conflito e fornece algumas dicas que facilitam a compreensão destes casos, alertando também para a necessidade de fugir ou entender e procurar ajuda para resolver a situação, pois “ninguém está a salvo deste tipo de pessoas, já que não nascemos com um ‘Kit’ de proteção face a este tipo de comportamentos”.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(87381)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37134)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(19176)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(13980)

Não podemos viver sem amor

(11986)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10983)

A mentira: um mal necessário

(9146)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9041)

Idade não traduz maturidade

(8825)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8328)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8277)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8005)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(6795)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5713)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5595)

É Demissexual?

(5342)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5292)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(5141)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5096)

A “ciência” do aperto de mão

(4711)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4705)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4664)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4647)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4522)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4471)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(4456)

O poder das ervas aromáticas

(4426)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4337)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4236)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4222)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4166)

A família é a base do sucesso escolar

(4122)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4050)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4044)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4042)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4017)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4016)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4006)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3989)

O que muda na mulher aos 40?

(3942)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3841)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3815)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3735)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3635)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3631)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3617)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3608)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3549)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3526)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3524)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Covid.19: 4º óbito no Algarve registado no Hospital de Portimão

Covid.19: 4º óbito no Algarve registado no Hospital de Portimão

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 16 profissionais de saúde infetados no Algarve

Há 16 profissionais de saúde infetados no Algarve

ver mais
 
Município de Silves prorroga encerramento dos serviços e suspensão de prazos processuais

Município de Silves prorroga encerramento dos serviços e suspensão de prazos processuais

ver mais
 
Comércio de Albufeira não vai pagar taxas de publicidade nos próximos três meses

Comércio de Albufeira não vai pagar taxas de publicidade nos próximos três meses

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio