Curiosidades
Seja um bom exemplo para si mesmo
Muitas vezes andamos no exterior à procura do bem-estar e da felicidade sem nos darmos conta de que esses sentimentos positivos crescem e se desenvolvem dentro de nós.

 
Consegue-se estar bem quando estamos de consciência tranquila e em conformidade com os nossos valores. Estamos bem quando cumprimos as leis, quando somos bons cidadãos, bons profissionais e bons exemplos para os nossos filhos.
 
Conseguimos vivenciar boas relações com os outros quando estamos de boa fé, quando nos damos com verdade e com honestidade. Vivemos mais plenos e seguros quando nos encontramos nas nossas decisões e sabemos o que realmente queremos e sentimos.
 
De um modo geral, pode dizer-se que, muitas pessoas andam “em sentido contrário” na sua vida porque acabam por fazer aquilo que alguém lhes disse, algo que imitaram de outros ou algo que sonharam, sem que tivessem aferido se isso lhes faz ou não sentido. Aí é que reside a arte de viver, ler, ouvir, imitar, mas pensar acerca de nós mesmos e dos nossos comportamentos tentando ser um modelo positivo para os outros.
 
Quando colhemos más atitudes por parte dos outros, em larga medida não estamos a relacionar-nos com pessoas com valores comuns, pelo que temos de mudar de rota, sob pena de estarmos a imitar uma má influencia.
 
Todos temos essa responsabilidade de decidir aquilo que é melhor para nós e aquilo que melhor se encaixa nos valores que defendemos. Se fizermos essa opção consciente, seremos muito menos confrontados com situações desagradáveis.
 
Se tiver o hábito de pedir licença e de agradecer aos outros, certamente que vai encontrar muitas pessoas com esse comportamento, tal como se processa ao contrário. Se for indelicado, colhe o mesmo comportamento, se se posicionar na vida numa postura desconfiada, certamente que só despertará desconfiança por parte dos outros.
 
Quando digo que somos um modelo daquilo que queremos mostrar aos outros, é porque o somos na realidade. Todos nós colhemos aquilo que damos e que fazemos. Não quer isso dizer que não possamos mudar, mas até para isso temos de nos esforçar e de mostrar claramente que alteramos um ou outro ponto na nossa conduta. Quando o fazemos honesta e sinceramente os outros vão perceber, porque somos muito poderosos com o nosso modelo pessoal.
 
Somos portadores dos nossos valores para onde quer que vamos, somos exemplo dos nossos comportamentos em todas as circunstâncias, por isso temos de ser mais exigentes connosco próprios, temos de ter as nossas convicções e a nossa segurança para nos mostrarmos à sociedade.
 
O autor do livro Coragem para Confiar não tem dúvidas de que, é essa coragem para gostarmos de nós mesmos, para nos mostrarmos tal como somos, aliada à nossa capacidade de aprender, de pensar e de refletir acerca dos nossos atos, que nos permite viver com mais confiança.
 
Roberto Shinyashiki defende no seu livro que é essa coragem para sermos nós próprios com valor que nos remete para a autoconfiança, para o bem-estar, para a capacidade de aproveitarmos a vida na sua plenitude. Para este escritor e psiquiatra, cabe a cada um de nós a decisão de escolher o caminho pelo qual queremos seguir, sabendo que tem de ser consciente da sua opção, saber responsabilizar-se e ter orgulho na orientação que seguiu e isso, é ser um bom exemplo para si mesmo, gostar de si com argumento e isso mostra-se aos outros.
 
Fátima Fernandes