Sociedade

Serviços municipais de Silves reabrem gradualmente até junho

Em nota enviada à comunicação social, o Município de Silves informa que, decorrente da declaração do estado de calamidade pelo Governo e das medidas de desconfinamento a implementar, a autarquia irá proceder à 2.ª fase de reabertura gradual dos serviços municipais encerrados durante o estado de emergência, com o reinício da atividade da Biblioteca Municipal de Silves a partir de amanhã, dia 20 de maio.

 
Na mesma nota, a edilidade avança também que, a 3.ª fase de reabertura gradual dos serviços ocorrerá a 1 de junho com o Castelo de Silves e o Museu Municipal de Arqueologia a abrirem as suas portas ao público.
 
Neste contexto, “e até que estejam garantidas todas as condições de proteção quer dos funcionários quer dos leitores”, a Biblioteca reiniciará a sua atividade com a disponibilização dos serviços de empréstimos e devolução de documentos, em “regime take away”. Estes serviços funcionarão na área de acolhimento da Biblioteca, sendo que a recolha e devolução de documentos (livros, CD´s e DVD’s) deverão ser efetuadas mediante marcação prévia, através do telefone 282 440 899 ou do email biblioteca@cm-silves.pt, devendo o leitor indicar: nome, número de leitor, contacto telefónico e os documentos que pretende. De salientar que após a devolução, as obras serão objeto de quarentena, ficando disponíveis para um novo empréstimo, passado o período de 10 dias. As devoluções dos documentos em atraso não sofrerão penalizações.
 
A autarquia dá nota ainda que, permanecerão encerrados os restantes equipamentos municipais de natureza desportiva, cultural, lúdica e recreativa, e os prazos para a prática de atos processuais ou procedimentais no âmbito dos procedimentos administrativos continuarão suspensos.
 
De acordo com a mesma fonte, “com esta reabertura gradual dos serviços têm vindo a ser aplicadas medidas específicas por forma a garantir o funcionamento em segurança de uma série de áreas, pensadas tendo em consideração a salvaguarda e proteção da saúde dos trabalhadores municipais, e respetivas famílias, e de todos os munícipes”.
 
Recorde-se que, desde o dia 6 de maio que o atendimento privilegiado é efetuado através de contacto telefónico (através do número 282 440 800 com linhas dedicadas), e email ou skype, ficando condicionado o atendimento presencial apenas a "situações urgentes e inadiáveis", mediante marcação prévia e sujeito ao cumprimento de regras de segurança específicas, nomeadamente a utilização obrigatória de máscara e o cumprimento das regras de etiqueta respiratória e de distanciamento de segurança. Foram, ainda, instalados na zona de entrada dos serviços de atendimento público, dispensadores de solução líquida de base alcoólica para utilização dos utentes para efeitos de higienização das mãos.
 
Estas novas medidas de reabertura dos serviços juntam-se às anteriormente decretadas a 4 de maio e irão vigorar até às 23h59 horas do próximo dia 02 de junho, tendo a finalidade de controlo e contenção da propagação do novo coronavírus (SARS-CoV-2).
 
Susana Brito