Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Sofre de insónias? Confira os 5 hábitos que deve evitar
Imprimir Partilhar por email
De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 50% da população mundial sofre de insónias. O problema tem ganho grande expressão na comunidade científica, uma vez que aumentam as queixas de pessoas que relatam dificuldades em adormecer ou, pelo contrário, pessoas que adormecem com facilidade mas que, ao fim de pouco tempo, acordam e não voltam a conseguir dormir.
 
Esta situação retira grande parte da qualidade de vida e provoca muita angústia, para além de ser um impedimento para a energia e vitalidade que se pretende obter no dia seguinte. Sabendo que o sono tem uma função única no que se refere à reparação das funções do organismo em geral e do cérebro em particular, importa tratar este tema com cautela e procurar compreender aquilo que, em muitos casos, pode estar a provocar insónias.
 
Para Soraya Rodrigues de Aragão, Psicóloga especialista em medicina psicossomática e psicologia da saúde, há cinco hábitos que destroem a qualidade do sono e que devem ser tidos em conta por quem sofre deste problema.
 
De acordo com a mesma especialista, quem tem dificuldades em dormir ou acorda a meio da noite deve começar por alterar:
 
1- O hábito de consultar o telefone, e-mail e entrar nas redes sociais antes de dormir ou mesmo quando já está na cama:
 
Segundo esta autora e conferencista, “a partir do momento em que a pessoa se liga às redes, ao e-mail ou ao telefone, acaba por  observar o que alguém fez ou que está a fazer nesse momento, acabando por despertar a atenção e , naturalmente ativar o cérebro através de diversos estímulos, como a luz do Smartphone, as informações que leu, bem como aquelas que trocou e as associações e descodificações que fez naquele momento, além de ter perdido um bom tempo de sono”.
 
Ainda neste ponto, a psicóloga explica que, a visualização de e-mails antes de dormir também é um tema importante. Caso a pessoa receba uma notícia excelente de que estava à espera, ou mesmo uma notícia péssima, “isso vai tirar-lhe o sono”. Nesse sentido, “deixe para verificar os seus e-mails no horário da manhã. O melhor a fazer é não levar nenhum dispositivo móvel para o quarto, seja Smartphone ou computador”. A hora de ir para a cama é para dormir e para se desligar do mundo virtual, sublinha a mesma especialista, acrescentando a título de curiosidade que, a dependência dos aparelhos eletrónicos designa-se por Nomofobia.
 
2- Comer em demasia ou fazer jejum antes de dormir:
 
Soraya Rodrigues Aragão sublinha que ninguém consegue dormir se estiver com fome ou com a barriga demasiado pesada para estar na cama. Quem vai para a cama com fome, acaba por estar sempre a pensar em comida, pelo que, num impulso “levanta-se e vai verificar tudo o que tem no frigorífico e acaba por se alimentar em demasia”. Comer demais antes de dormir ou não comer absolutamente nada, são preditivos de insónia, realça a mesma especialista assinalando que, o ideal seria uma refeição leve, que não sobrecarregue o organismo, tal como uma sopa de verduras ou uma fruta, por exemplo.
 
3- Consumo de substâncias estimulantes após as 17h00:
 
Neste ponto, Soraya Aragão alerta para a necessidade de retirar o consumo de substâncias à base de cafeína, teína, nicotina e remédios para emagrecimento. “O café, o cigarro, o chá preto, o chá mate, o chá branco e o chá verde, bem como remédios ou substâncias utilizadas para emagrecer são extremamente estimulantes e não podem ser consumidas depois das 17h00, pois precisam de ser metabolizadas”. No caso de a insónia estar associada a algum transtorno de ansiedade, “o uso destas substâncias pode agravá-la ainda mais”. A especialista recomenda que se opte por descafeinado e por chás naturais (a própria folha da planta) e que possuam propriedades calmantes, como a camomila ou a valeriana, entre outras.
 
4- Ingestão de bebidas alcoólicas após as 19h00:
 
Na sequência do ponto anterior, aqui também há cuidados a ter quanto à ingestão de bebidas alcoólicas após a hora recomendada, uma vez que, a cerveja é diurética e vai fazer com que a pessoa se levante várias vezes à noite para urinar, o que vai constantemente interromper o sono. Ainda neste contexto, Soraya Aragão alerta que, o uso de todas e quaisquer bebidas alcoólicas antes de dormir é desaconselhado porque, “embora o álcool num primeiro momento cause sonolência, sensação de entorpecimento, relaxamento e indução ao sono, a tendência é que este seja prejudicado, visto que é interrompido após um período de tempo, o que torna o sono insuficiente”. Portanto, é essencial o não consumo de bebidas alcoólicas nas seis horas antes de dormir.
 
5- Praticar atividade física no período noturno:
 
O melhor horário para a prática de exercício físico é durante o dia, sublinha a mesma psicóloga. O exercício físico aumenta o metabolismo e deixa a pessoa em estado de alerta. Portanto, “evite fazê-los à noite”. O que é recomendado fazer à noite é Yoga, concluiu.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(87410)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37167)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(19245)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(14034)

Não podemos viver sem amor

(12000)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(11006)

A mentira: um mal necessário

(9164)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9059)

Idade não traduz maturidade

(8849)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8355)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8292)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8042)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(6823)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5725)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5604)

É Demissexual?

(5354)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5304)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(5174)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5110)

A “ciência” do aperto de mão

(4729)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4717)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4678)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4659)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4537)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4482)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(4479)

O poder das ervas aromáticas

(4441)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4354)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4255)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4236)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4177)

A família é a base do sucesso escolar

(4141)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4067)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4056)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4056)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4031)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4030)

Oito “segredos” para ser bom pai

(4026)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4018)

O que muda na mulher aos 40?

(3958)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3866)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3829)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3749)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3653)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3644)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3631)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3621)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3562)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3542)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3537)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Sirene dos bombeiros de Portimão alerta quando há pessoas a mais nas ruas

Sirene dos bombeiros de Portimão alerta quando há pessoas a mais nas ruas

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Lota de Vila Real de Santo António foi a que mais faturou em 2019 no Algarve

Lota de Vila Real de Santo António foi a que mais faturou em 2019 no Algarve

ver mais
 
Reagentes para detetar coronavírus têm chegado a conta-gotas ao Algarve

Reagentes para detetar coronavírus têm chegado a conta-gotas ao Algarve

ver mais
 
Hospital de Faro precisa de duas mil viseiras

Hospital de Faro precisa de duas mil viseiras

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio