Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

SUB de Albufeira regista carência de recursos humanos - PCP

SUB de Albufeira regista carência de recursos humanos - PCP
Imprimir Partilhar por email
24-04-2019 - 12:59
Numa recente visita ao Serviço de Urgência Básica de Albufeira, uma delegação do PCP integrando o deputado Paulo Sá eleito pelo Algarve, constatou que este serviço tem carência de recursos humanos.
 
Em comunicado o PCP diz que em 2018, o SUB de Albufeira fez cerca de 38 mil atendimentos, uma parte significativa dos quais a cidadãos estrangeiros (nos meses de verão, atendimentos que representam cerca de 40% do total).
 
Para o atendimento o SUB de Albufeira dispõe de dois médicos em permanência. Contudo, em períodos de maior afluência deveria ter três médicos, para conseguir manter os tempos de espera dentro dos limites legalmente estabelecidos, advertem os comunistas.
 
Dispõe ainda de 14 enfermeiros, permitindo ter dois nos turnos da noite (das 0 às 8 horas) e três nos turnos diurnos (das 8 às 24 horas). De acordo com informação prestada à delegação do PCP, este SUB precisa de, pelo menos, mais um enfermeiro.
 
O serviço dispõe ainda de 5 assistentes técnicos (um dos quais estava de baixa médica aquando da visita do PCP), quando deveriam ter, pelo menos, 6 ou 7.
 
A mesma delegação verificou que há uma "carência acentuada" de assistentes operacionais; são apenas 6, dois dos quais estavam de baixa médica.
 
Uma escassez de recursos humanos que obriga "a uma ginástica permanente para garantir o funcionamento normal do SUB de Albufeira, implicando, em situações mais críticas, a deslocação temporária de profissionais de saúde dos serviços de urgência dos Hospitais de Faro e de Portimão, os quais, por sua vez, também se debatem com um problema de escassez de recursos humanos", regista o documento enviado à imprensa.
 
O PCP entende que os serviços de urgência da região algarvia "não podem estar permanentemente no fio da navalha no que diz respeito aos recursos humanos, sendo absolutamente necessário que o Governo tome medidas, urgentes e decisivas, no sentido de garantir que esse problema é definitivamente ultrapassado".
 
Deste modo, o Grupo Parlamentar por intermédio dos deputados Paulo Sá e Carla Cruz, questionou a Ministra da Saúde, dirigindo-lhe as seguintes perguntas:
 
Que medidas irá o Governo tomar para garantir que o Serviço de Urgência Básica de Albufeira disporá de um número adequado de profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, assistentes técnicos e assistentes operacionais)?
 
Quando serão contratados os profissionais de saúde em falta para os serviços de urgência da região algarvia?
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Nova campanha da CP lança viagens Faro-Lisboa por 4,50 euros

Nova campanha da CP lança viagens Faro-Lisboa por 4,50 euros

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Secretário de Estado da Economia na cerimónia que distingue empresas do concelho de Loulé

Secretário de Estado da Economia na cerimónia que distingue empresas do concelho de Loulé

ver mais
 
PJ de Portimão detém homem por manter relações sexuais com filha menor de companheira

PJ de Portimão detém homem por manter relações sexuais com filha menor de companheira

ver mais
 
Obra que requalifica frente ribeirinha de Olhão adjudicada por 1,75 milhões de euros

Obra que requalifica frente ribeirinha de Olhão adjudicada por 1,75 milhões de euros

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio