Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Técnicas simples para aliviar o stress em 60 segundos
Imprimir Partilhar por email
O stress é “um mal necessário”, mas que sendo em excesso, acaba por nos prejudicar e reduzir a qualidade de vida. Nesse sentido, apontamos sete técnicas simples para aliviar esse estado de agitação em apenas 60 segundos.
 
Para além do tempo diário de descontração que deverá preservar, é ainda fundamental a prática de exercício físico, bem como uma alimentação adequada.
 
No imediato, é importante saber como aliviar a ansiedade rapidamente para que o organismo possa relaxar.
 
É importante ter em conta que o stress nos afeta tanto a nível físico como mental, pelo que, só uma intervenção em ambas as áreas se torna eficaz na recuperação de um estado de grande agitação e mau-estar.
 
Assim, sugerimos algumas dicas que podem fazer muita diferença no seu quotidiano:
 
1- O primeiro passo é controlar a respiração para reduzir o estado de irritação e de mal-estar.
 
Controlar a respiração e a concentração são essenciais no processo. Para tal, precisa de fazer uma contagem regressiva olhando para cima.
 
Essa técnica ajuda a relaxar, já que aumenta a concentração numa tarefa e tira a atenção do que está a causar ansiedade. "É preciso concentrar-se em algo para relaxar. Fazer contagem regressiva, a partir do 60, bem devagar, vai ajudar", explica a psicóloga Adriana de Araújo.
 
Além disso, olhar para cima estimula o sistema nervoso, o que ajuda a reduzir a pressão arterial e diminui o ritmo da respiração, causando a sensação de relaxamento. "Tudo o que fizermos para diminuir os batimentos cardíacos ajudará a controlar a ansiedade, inclusive adotar técnicas de postura e concentração", acrescenta a psicóloga Giovanna Tessaro, de Curitiba.
 
2- Anotar as suas preocupações num caderno igualmente ajuda a relaxar e de uma forma rápida, isto porque aumenta a concentração, evita distrações e avisa o cérebro de que é preciso desacelerar. "Quando fazemos isso, a mente entende que as preocupações estão 'guardadas' e não devem ser resolvidas naquele momento, diminuindo a ansiedade", diz Adriana Araújo.
 
Segundo a psicóloga, anotar as preocupações num caderno também ajuda a reduzir a insónia, isto porque, ao anotarmos aquilo que nos preocupa, estamos a adiar essa tarefa para o dia seguinte e a libertar-nos dessa preocupação permitindo-nos relaxar e dormir.
 
3- Controle a respiração por um minuto. Esta técnica é muito eficaz na diminuição e controle da ansiedade na medida em que, um dos principais efeitos é baixar o ritmo cardíaco.
 
"O coração é cheio de terminações nervosas e por isso reage muito facilmente a estímulos cerebrais, que ficam mais intensos em situações de ansiedade e stress", explica a psicóloga Giovanna Tessaro.
 
Segundo a psicóloga,"basta inspirar profundamente com o nariz e segurar o ar por alguns segundos, repetindo esse processo várias vezes", explica. Fixe a atenção no peito, na região do coração durante 15 segundos, aconselha a mesma especialista.
 
4- Relaxe os músculos. Outra manifestação física da ansiedade é a contração involuntária dos músculos, que causam tensão e muito desconforto. Os músculos que mais sofrem com o stress são os do pescoço, costas e pernas. "A ansiedade, por mais que seja psicológica, manifesta-se fisicamente. É comum cruzar as pernas e deixar os músculos das costas e do pescoço enrijecidos", explica Adriana Araújo, acrescentando que, é importante desfazer os nós dessas regiões. Para tal, devemos fazer pequenos alongamentos.
 
5- Cultive o hábito da leitura. Nos momentos em que está mais stressado, convém que opte por uma leitura mais curta e descontraída, como uma revista ou um jornal. Para se manter mais tranquilo, um bom livro que se vai lendo diariamente é uma excelente opção.
 
6- Alimente-se corretamente. Para além dos necessários cuidados com a alimentação, os lanches são muito importantes no alívio do stress, na medida em que ajudam a descomprimir um pouco no intervalo de uma tarefa. Convém que sejam os alimentos certos e que estimulem as áreas adequadas do nosso organismo, por isso, a nutricionista Daniela Cyrulin, recomenda o consumo de uma laranja ou de castanhas ao lanche.
 
A mesma especialista anota que, a mastigação ajuda a relaxar alguns músculos do pescoço. “Para além disso, esses dois nutrientes melhoraram o funcionamento do sistema nervoso, evitando a ansiedade".
 
7- Use a bola de ténis e veja os resultados imediatos!
 
Caso esteja em casa, coloque uma bola de ténis entre as suas costas e uma parede. Inicie a massagem nos pontos em que a tensão é maior. Depois, passe a massagear o ombro e toda a região próxima do pescoço, para relaxar os músculos dessa área. Ao terminar, vai sentir uma agradável sensação de alívio.
 
Tenha em mente que, gostar de si mesmo nas mais variadas situações em que participa, ajuda significativamente a melhorar a ansiedade, uma vez que estará muito mais relaxado, confiante e de bem consigo mesmo. Pelo contrário, quando não estamos bem connosco próprios, rápida e facilmente entramos em estado de ansiedade que, em muitos casos, vai aumentando de situação para situação. O segredo é parar, pensar, identificar as suas emoções e tentar compreender as causas do seu stress; aquilo que lhe está a causar mau-estar.
 
Não se esqueça de que, muito mais importante do que querer mudar os outros e os seus comportamentos, é mais fácil e útil mudar a sua forma de estar e de pensar nas situações. Ao se aceitar tal como é, mais facilmente se vai desligar do impacto que os outros lhe podem causar. Repare por exemplo no trânsito, não tem de se preocupar com aquilo que não o afeta diretamente. Se puder evitar o acidente, ótimo, mas não pode ensinar os outros a conduzir, já que isso seria uma tarefa impossível de concretizar. Chegue ao trabalho e faça um pequeno lanche antes de iniciar as suas tarefas e verá que o dia lhe vai correr muito melhor.
 
Quando chega a casa, procure entrar aos poucos no seu mundo, no seu território de segurança. Aproveite os momentos de bem-estar com aqueles que ama e desligue-se do seu dia. Escreva aquilo que o está a incomodar e liberte-se para ter uma noite de sono descansada. Verá que a sua qualidade de vida vai mudar mudar se aprender a diferenciar o que é o stress normal e aquilo que não lhe pertence.
 
Fátima Fernandes
 
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86626)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36473)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16694)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(13009)

Não podemos viver sem amor

(11563)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10020)

A mentira: um mal necessário

(8691)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8492)

Idade não traduz maturidade

(8142)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7789)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7750)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6860)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5270)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5178)

É Demissexual?

(4957)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4933)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4739)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4344)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4257)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4236)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4169)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4083)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4083)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4055)

O poder das ervas aromáticas

(4001)

A “ciência” do aperto de mão

(3957)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3842)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3824)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3754)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3725)

A família é a base do sucesso escolar

(3702)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3699)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3682)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3670)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3658)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3653)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3644)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3607)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3551)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3505)

O que muda na mulher aos 40?

(3459)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3459)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3371)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3286)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3253)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3220)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3193)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3171)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3152)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3149)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
“A terra tremeu” hoje para mais de 13 mil portimonenses

“A terra tremeu” hoje para mais de 13 mil portimonenses

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Farense vence fora e mantém a liderança da II Liga

Farense vence fora e mantém a liderança da II Liga

ver mais
 
Traficante procurado há 5 anos detido perto de Faro

Traficante procurado há 5 anos detido perto de Faro

ver mais
 
Museu Municipal de Olhão inaugurou exposição sobre a “Festa da Nossa Senhora dos Navegantes”

Museu Municipal de Olhão inaugurou exposição sobre a “Festa da Nossa Senhora dos Navegantes”

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio