H

Tem “a mania das doenças”? Saiba que pode mesmo ficar doente!

 
Os resultados de um estudo vêm agora comprovar aquilo que já se suspeitava, os Hipocondríacos são mais propensos a ter problemas de saúde.

 
As pessoas com este problema sofrem de elevados níveis de ansiedade o que aumenta a probabilidade de terem doença cardíaca.
 
O estudo revela que as pessoas que sofrem de hipocondria correm um risco maior de realmente ter problemas graves de saúde graves, já que dedicam uma boa parte do seu tempo a sobrevalorizar as sensações subjetivas do organismo. Essa forma de estar leva-as a temer doenças, mas está a causar-lhes uma profunda ansiedade.
 
Cerca de 2% da população sofre de hipocondria  que se resume num “estado de perturbação psíquica em que o indivíduo sobrevaloriza as sensações subjetivas, atribuindo-as a alterações ou a doenças orgânicas inexistentes, podendo mesmo convencer-se de que tem doenças muito graves ou mesmo incuráveis”, lê-se na Infopédia.
 
Quando se apercebe desta perturbação, o indivíduo deve pedir ajuda técnica especializada, sob pena de vir a padecer de doenças físicas graves, sugerem os investigadores envolvidos no estudo.
 
O trabalho avaliou sete mil pessoas e foi publicado na revista científica BMJ Open. As suas conclusões mostram que,  as pessoas hipocondríacas são mais propensas a desenvolver realmente alguns problemas de saúde graves, como doenças cardíacas.
 
Segundo reporta a CNN, as conclusões dos investigadores noruegueses da Universidade de Bergen mostraram que 3,3% dos inquiridos tiveram um ataque cardíaco ou de angina durante os 13 anos de desenvolvimento do estudo.
 
Perante os resultados, os autores concluíram que o número de pessoas com ansiedade de saúde ou hipocondria neste grupo era o dobro daquelas sem o problema. Em suma, aqueles com altos níveis de ansiedade de saúde corriam um risco 70% maior de desenvolver doença cardíaca.
 
Segundo os autores, a ansiedade deve ser considerada um fator de risco para doença cardíaca coronária, o que naturalmente exige uma intervenção antes que as suas consequências sejam perigosas para a saúde.
 
A ansiedade deve ser reportada a um psicoterapeuta que deverá fazer um trabalho de apoio com o indivíduo.
 
Algarve Primeiro