Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Todos queremos o amor, mas passamos a vida a fugir dele
Imprimir Partilhar por email
Criou-se dentro do ser humano uma noção de que o amor seria algo tão difícil de encontrar que, nem nos damos conta que deixamos escapar esse sentimento todos os dias…
 
Vivemos mais barreiras para evitar o amor do que a necessária liberdade para o sentirmos.A prova disso é que, mal conhecemos uma pessoa, tentamos imediatamente reunir todas as nossas defesas emocionais para justificarmos que “não podemos” gostar daquela pessoa. Fechamos de tal forma que não conseguimos libertar aquilo que de mais genuíno nos caracteriza que é precisamente a capacidade de amar.
 
Colocamos os bens materiais à frente dos nossos sentimentos para que não sintamos nada pelas pessoas e depois, vamos encontrando argumentos para não amar, quando deveríamos fazer o inverso, libertar aquilo que de mais simples e puro nos constitui que é mesmo a capacidade de gostar de alguém.
 
Para encontrar o amor é simples, basta que saibamos gerir esses julgamentos em conjunto e perceber os pontos em comum para os podermos desenvolver e deixar evoluir os sentimentos.
 
Para amarmos alguém, basta que consigamos conhecer a realidade da outra pessoa e mostrar a nossa livremente. Basta que não coloquemos barreiras à frente daquilo que flui naturalmente que é o nosso mundo emocional. Basta ainda que sejamos capazes de nos expressar e permitir que o outro nos entenda e conforte.
 
Perante estes requisitos, é fácil encontrar os sentimentos do outro e os nossos, mas precisamos de nos permitir sentir e de olhar o outro como ser humano igual a nós. As compatibilidades surgem depois de termos libertado esse nosso mundo interior.
 
Naturalmente que somos seletivos e que só nos permitimos mostrar e tentar conhecer o outro quando sentimos esse desejo e necessidade, pelo que, a palavra que melhor se adequa ao amor é a disponibilidade para amar.
 
Sabendo que queremos conhecer alguém é o ponto fundamental, depois vamos mostrando o nosso mundo interior em função do que o outro nos dá e mostra da sua realidade.
 
Não é por acaso que é fácil encontrar o amor, a dificuldade é querer encontrá-lo e desenvolvê-lo no quotidiano. É preciso superar as imagens pré-concebidas e os preconceitos, porque como seres humanos, é fácil libertar afeto, apoio e compreensão. A sociedade é que nos “enche” de problemas irreais que temos de superar se quisermos viver o amor a que temos direito.
 
O primeiro passo é retirar o julgamento e perceber se o nosso eu inconsciente aceita aquela pessoa. Depois, é ir ultrapassando os preconceitos com conteúdos positivos em relação à pessoa que temos na nossa vida. Acima de tudo, temos de permitir que sejamos nós a sentir e não as pessoas em nosso redor, pois cada um tem a sua opinião e acaba por nos influenciar negativamente, pois criamos as tais barreiras.
 
A melhor forma de encontrar o amor é a dois, sem qualquer tipo de pressão ou julgamento. Sentir o outro e sentirmo-nos a nós próprios. Depois, fazemos uma avaliação descontraída daquilo que sentimos na presença da outra pessoa. É fácil, não é?!
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86609)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36447)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16579)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(12984)

Não podemos viver sem amor

(11549)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(9994)

A mentira: um mal necessário

(8673)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8470)

Idade não traduz maturidade

(8084)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7768)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7735)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6825)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5235)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5163)

É Demissexual?

(4946)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4920)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4720)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4330)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4245)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4226)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4148)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4067)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4066)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4042)

O poder das ervas aromáticas

(3984)

A “ciência” do aperto de mão

(3918)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3829)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3803)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3740)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3715)

A família é a base do sucesso escolar

(3684)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3681)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3672)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3658)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3641)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3633)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3627)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3597)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3537)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3489)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3445)

O que muda na mulher aos 40?

(3441)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3355)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3275)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3243)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3208)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3177)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3159)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3138)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3136)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Estudantes do Curso de Educação Social da Ualg participam em missão de voluntariado e precisam da sua ajuda!

Estudantes do Curso de Educação Social da Ualg participam em missão de voluntariado e precisam da sua ajuda!

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Em dezembro o 365 Algarve celebra 2020 com Novo Circo

Em dezembro o 365 Algarve celebra 2020 com Novo Circo

ver mais
 
Castro Marim acolhe reunião do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais

Castro Marim acolhe reunião do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais

ver mais
 
Câmara de Olhão destaca jovens do concelho que conquistaram a "excelência" em diversas áreas

Câmara de Olhão destaca jovens do concelho que conquistaram a "excelência" em diversas áreas

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio