Ambiente

"Tubarão Max" é o nome do Veículo Subaquático Autónomo desenvolvido por investigadores da UAlg

Foto|D.R
Foto|D.R  
O Veículo Subaquático Autónomo (AUV) do Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA) da Universidade do Algarve, responsável pela recolha de informações periódicas sobre o oceano, já tem um nome oficial.

Em cooperação com a Marinha Portuguesa, desde o início de 2019, o CIMA está a utilizar a tecnologia AUV para recolher de forma periódica informações importantes sobre o oceano, "que serão utilizadas para melhor compreender a dinâmica oceânica regional, desenvolver previsões mais precisas para apoiar a economia azul e a segurança marítima da região e avaliar tendências climáticas", define a Universidade do Algarve sobre o projeto.
 
No âmbito dos projetos CIU3A, NAUTILOS e AEROS, os investigadores do CIMA, João Janeiro e Lara Mills, deslocaram-se à Escola Básica da Lejana (Faro), e solicitaram ajuda aos alunos para dar nome ao veículo.
 
Segundo os investigadores, «a nova geração de oceanógrafos adorou o desafio e depois de uma breve palestra sobre o que é ser oceanógrafo e a necessidade de entender melhor o oceano, alguns nomes interessantes começaram a surgir das suas mentes criativas. No final, Tubarão Max foi o nome mais votado pela classe, sendo agora o nome oficial do AUV do CIMA».