Sociedade

UAlg recebe sessão de encerramento do projeto educativo “MI.MOMO FARO”

 
O Grande Auditório do campus de Gambelas da Universidade do Algarve (UAlg) recebe amanhã, 18 de junho, às 10h00, a sessão de encerramento do projeto educativo MI.MOMO.FARO – Minecraft e a Arquitetura Modernista em Faro.

A sessão prevê um momento cultural promovido pelo Plano Nacional das Artes (PNA) e vai contar com a presença do presidente da Câmara Municipal de Faro, da diretora regional da Cultura, do comissário nacional do PNA dos parceiros do projeto, entre os quais a Microsoft e o Centro de Formação Ria Formosa, bem como alunos, professores e equipa técnica envolvida no mesmo, além de alguns convidados.
 
Conforme avança a autarquia farense em nota enviada, o MI.MOMO Faro é um projeto que surgiu no âmbito do processo de candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura 2027, em linha com a Estratégica Cultural do Município 2030 e o espírito da Convenção de Faro relativa ao património cultural para a sociedade, "pelo que visa potenciar a crescente valorização do património cultural através da educação, por meio das novas dinâmicas de aprendizagem e com base nas tecnologias educativas digitais (“game based learning”)".
 
Dirigido a estudantes do 3.º ciclo de ensino, este projeto piloto, agora a finalizar a sua 1.ª edição, teve uma rápida adesão por parte de todos os agrupamentos do concelho, contando com seis turmas, mais de 120 alunos e 16 professores de disciplinas distintas como o Inglês, Francês, Matemática, Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), Educação Visual, Ciências Naturais, Fisíco-Química ou Português, que receberam formação específica acreditada em Minecraft aplicado à Educação e Património, especifica a mesma fonte.
 
Através do MI.MOMO Faro, estes alunos exploraram diversos dos cerca de 500 edifícios ligados ao Movimento Modernista existentes na cidade de Faro e possíveis narrativas em torno dos mesmos, com recurso à plataforma Minecraft Education, contando com o apoio da Direção Regional de Cultura do Algarve, do Plano Nacional das Artes, da Microsoft, da European Education e do Centro de Formação Ria Formosa.