siga-nos | seja fã
PUB
 

Albufeira acolheu reunião da Rede Portuguesa das Cidades Interculturais

Imprimir Partilhar por email
18-06-2017 - 16:34
A 9ª reunião da Rede Portuguesa das Cidades Interculturais teve lugar em Albufeira, no edifício dos Paços do Concelho, no passado dia 8 de junho.
 
Os representantes dos 12 municípios portugueses membros da Rede reuniram-se pela primeira vez em Albufeira, que aderiu ao projeto em 2016, para partilharem as suas experiências, debaterem boas práticas e aprenderem com a realidade de cada um dos municípios.
 
“Albufeira é uma cidade intercultural, que acolhe uma elevada percentagem de população estrangeira residente, muito superior à percentagem da região e do próprio país. No concelho temos alunos dos cinco continentes, de mais de 70 nacionalidades, o que faz de Albufeira um concelho com natural sensibilidade para esta matéria”, frisou Carlos Silva e Sousa, presidente da Câmara Municipal de Albufeira. 
 
Segundo avançou a autarquia, de acordo com a base de dados nacional PORDATA, em 2014 Albufeira registava 22,3% de população estrangeira residente, enquanto no Algarve a percentagem desce para os 12,9 e, no país, para os 3,8%.
 
Criada em 2012, a Rede Portuguesa das Cidades Interculturais inclui atualmente 12 cidades associadas: Albufeira, Amadora, Beja, Braga,
Cascais, Coimbra, Lisboa, Loures, Portimão, Santa Maria da Feira, Setúbal e Viseu. Albufeira aderiu à Rede em 2016, tornando-se num dos 21 municípios a nível europeu a fazer parte deste projeto.
 
“A adesão à Rede é gratuita e coloca à disposição dos seus associados um conjunto de instrumentos que possibilitam valorizar a política local na área da interculturalidade. Para a Rede também é vantajoso agregar um maior número de membros, já que cada município tem as suas especificidades que vêm enriquecer a Rede”, salientou André Carmo, coordenador da  Rede Portuguesa das Cidades Interrculturais.
 
Durante a reunião, o município de Albufeira apresentou os projetos que desenvolve no concelho ao nível da interculturalidade, nomeadamente o Projeto “Um novo olhar na escola” dirigido à comunidade cigana, o Programa Multicultural que leva às escolas a gastronomia de diferentes países, ações de formação em português para nacionais de países terceiros, e diversos eventos dirigidos à comunidade. Foi ainda criado o Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), que garante o acolhimento, informação e apoio aos cidadãos migrantes facilitando a sua integração. “Somos um país de emigrantes, o que nos obriga a receber bem quem escolhe Portugal para sua casa. 
 
Em Albufeira queremos que as comunidades estrangeiras se sintam em casa, iguais aos restantes cidadãos, com os mesmos direitos e que não se sintam discriminados”, garantiu Carlos Silva e Sousa, que juntamente com a vereadora do pelouro Social, Marlene Silva, convidaram um grupo de alunos indianos que frequenta a Escola Básica e Secundária de Albufeira, para fazer uma demonstração de dança típica de Punjab, uma região da Índia
 
Algarve Primeiro
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Loulé fez balanço de 2017



-

Uber e Re-food convidam motoristas e utilizadores a juntar-se a causa solidária



-

Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais de 800 mil euros



-

Terceira edição das "Estátuas Vivas no Natal" atraiu muitos visitantes a Lagoa



-

Câmara Municipal de Albufeira assinalou Dia Internacional do Voluntariado



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Loulé fez balanço de 2017

Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Loulé fez balanço de 2017

ver mais
 
Uber e Re-food convidam motoristas e utilizadores a juntar-se a causa solidária

Uber e Re-food convidam motoristas e utilizadores a juntar-se a causa solidária

ver mais
 
Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais de 800 mil euros

Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais de 800 mil euros

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio