siga-nos | seja fã
PUB
 

Algarve chega aos 16 milhões de dormidas

Algarve chega aos 16 milhões de dormidas
Imprimir Partilhar por email
14-11-2017 - 16:44
Só no mês de setembro a região registou perto de 2,3 milhões de dormidas.
 
No mês de setembro, a hotelaria do Algarve continua a apresentar um ritmo de crescimento progressivo, que consolida a sua posição de principal destino de férias nacional. 
 
Só no mês de setembro a região registou perto de 2,3 milhões de dormidas (+2,2% face ao mesmo mês do ano anterior) e 137,8 milhões de euros em proveitos totais (+10,2%). 
 
Em termos acumulados, o número de dormidas nos primeiros nove meses do ano já ultrapassa os 16 milhões e os proveitos ascendem aos 898 milhões de euros. Os resultados foram hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística e que a Região de Turismo deu conhecimento em comunicado.
 
Os indicadores da atividade turística comprovam o peso do Algarve no turismo nacional. De acordo com o INE, «as dormidas concentram-se essencialmente no Algarve (peso de 36,5%)». Em setembro, o Algarve registou mais dormidas (+2,2%), mais hóspedes (+4,2%) e mais proveitos totais na hotelaria (+10,2%), face a setembro de 2016. O RevPar (rendimento médio por quarto disponível) também tem registado uma tendência de crescimento: mais 11 por cento do que em setembro do ano passado (€76,90).
 
«A atividade turística do Algarve continua a destacar-se no panorama nacional. Se olharmos para trás, verificamos um crescimento gradual dos principais indicadores da atividade turística, prova de um crescimento sustentável do turismo no Algarve e de um esbatimento progressivo da sazonalidade do destino», explica o presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva.
 
Os mercados externos continuam a ser a principal fonte de dormidas para o Algarve, ao serem responsáveis, em setembro, por 1,8 milhões de dormidas, um aumento de 2,5 por cento face a setembro de 2016. O mercado interno contribuiu com 484,5 mil dormidas, apresentando um crescimento homólogo ligeiro (+1,2%).
 
Os possíveis efeitos do Brexit não se têm feito sentir, com as dormidas de hóspedes britânicos a registarem um aumento de 2,8 por cento a nível nacional desde o início do ano. Ainda segundo o INE, em setembro «o mercado alemão retomou a posição de segundo mais relevante, aumentando 4,2 por cento. No período de janeiro a setembro este mercado cresceu 7,7 por cento».
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017



-

Aprovado novo regulamento de arrendamento para habitação social em Olhão



-

Quinta do Lago recruta para diferentes áreas



-

“O Algarve, Portugal e o Futuro” debate a economia regional em Faro



-

Vila do Bispo na BOOT Düsseldorf 2018



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bloco de Esquerda recomenda requalificação urgente do troço entre Silves e Portimão

Bloco de Esquerda recomenda requalificação urgente do troço entre Silves e Portimão

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Baja de Loulé 2018 terá "epicentro" em Almancil

Baja de Loulé 2018 terá "epicentro" em Almancil

ver mais
 
AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017

AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017

ver mais
 
2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro

2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio