siga-nos | seja fã
PUB
 

Arandis Editora cria Prémio Literário para homenagear poeta algarvio

Arandis Editora cria Prémio Literário para homenagear poeta algarvio
Imprimir Partilhar por email
12-05-2015 - 11:19
A Arandis Editora, projecto editorial algarvio, decidiu homenagear o Poeta algarvio Manuel Neto dos Santos, que este ano comemora 25 anos de publicações, com a criação do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos.
 
O Prémio terá uma cerimónia de apresentação formal, que decorrerá no Auditório da Caixa de Crédito Agrícola de São Bartolomeu de Messines e São Marcos da Serra, em São Bartolomeu de Messines, no próximo dia 30 de Maio, pelas 17 horas, num evento aberto ao público em geral.
 
No entanto, os interessados em participar na edição deste ano do Prémio Literário de Poesia Manuel Neto dos Santos, poderão fazê-lo desde já, terminando o prazo de entrega dos trabalhos no próximo dia 10 de Junho.
 
Joaquim Manuel Neto dos Santos, nasceu em Alcantarilha, a 21 de Janeiro de 1959. Poeta, Actor, Declamador, é uma figura de referência da cultura algarvia. 
 
A festejar, este ano, os 25 Anos de publicações, Manuel Neto dos Santos publicou o seu primeiro livro de poesia, "O Fogo, a Luz e a Voz", em Dezembro de 1988. 
 
Seguiram-se "Atalaia" (1989), "Trovas de Um Homem da Terra" (1991), "No País de Amália" (1992), "De Deus a Algazarra dos Silêncios" (1996), "Idílios de Al-Buhera" (1996), "Poesia Algarve 2" (1999), "Subsídios para a História da Poesia do Algarve" (2000), "Ídola" (2002), "Versos de Redobre" (2004), "Safra" (2011), "Sulino" (2012), "Claves do Sol e da Lua" (2013), "O Corpo como Nudez" (2014), "O Viandante das Palavras" (2014).
 
Os seus trabalhos têm merecido as melhores críticas, que têm sido publicadas em vários órgãos de comunicação social.
 
A sua subida aos palcos da representação deu-se ainda na infância, tendo passado por vários palcos do Algarve e do país, com representações de declamações tocantes.
 
Em 2000 editou um CD com declamações, nos Açores. 
 
É autor do prefácio de várias obras editadas, principalmente ao nível da poesia e, a sua obra "Subsídios para a História da Poesia do Algarve", com mais de 1000 páginas impressiona pelo rigor e volume do seu trabalho.
 
Apaixonado pela grés vermelha de Silves, tem sempre vivido neste concelho, nas freguesias de Alcantarilha, Algoz e, actualmente, São Bartolomeu de Messines.
 
Nas comemorações dos seus 25 de anos de edições, viu a fotobiografia apresentada em Sessão Solene no Salão Nobre da Câmara Municipal de Silves, no Dia da Cidade.
 
Alcantarilha, sua terra natal, prestou-lhe homenagem com a colocação de um painel de azulejos com um poema de sua autoria no Largo da Igreja Matriz, enquanto a Casa do Povo de Alcantarilha atribuiu o seu nome à sala de leitura da biblioteca.
 
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro



-

O melhor do novo Cinema da América Latina no Cine-Teatro Louletano



-

Silves:Repavimentação do Caminho da Figueira já foi concluída



-

Albuhera & Raquel Peters prometem noite "memorável" no Auditório Municipal de Albufeira



-

Município de São Brás de Alportel e GIPS da GNR assinam protocolo para a prevenção de incêndios



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bloco de Esquerda recomenda requalificação urgente do troço entre Silves e Portimão

Bloco de Esquerda recomenda requalificação urgente do troço entre Silves e Portimão

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Baja de Loulé 2018 terá "epicentro" em Almancil

Baja de Loulé 2018 terá "epicentro" em Almancil

ver mais
 
AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017

AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017

ver mais
 
2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro

2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio