Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Tal como já tinha adiantado ao Algarve Primeiro, Francisco Amaral avança mesmo para eleições em Castro Marim

Tal como já tinha adiantado ao Algarve Primeiro, Francisco Amaral avança mesmo para eleições em Castro Marim
Imprimir Partilhar por email
09-01-2019 - 12:12
O Presidente da autarquia confirmou que as eleições antecipadas decorrerão até maio de 2019.
 
Recorde-se que em meados de dezembro o Algarve Primeiro avançou com esta possibilidade, tendo Francisco Amaral referido na altura que «estou a prever realizar eleições antecipadas já em 2019».
 
Francisco Amaral esclareceu que, «a situação está muito complicada em Castro Marim, não tenho a maioria na Câmara  e, nesse sentido, a oposição tem realizado uma política de constante obstacularização e boicote às iniciativas do município, sempre numa perspetiva de destruir aquilo que se pretende fazer».
 
Perante este facto, «reconheço que esta forma de estar na política está a prejudicar imenso os castromarinenses e Castro Marim, daí o cenário de eleições antecipadas».
 
Por outro lado, «temos obras que têm sido boicotadas pela oposição que detém a maioria e, com muito esforço, temos feito seguir por diante outras que já estão adjudicadas, como é o caso da Ciclovia que liga Castro Marim a Vila Real de Santo António, a Praia Fluvial de Odeleite, o espaço envolvente da Casa do Sal, para acabar de uma vez por todas com o lamaçal que ali existe».
 
O edil castromarinense realçou que, «as reuniões de câmara são semanais, os serviços administrativos estão saturados com estas reuniões que demoram entre cinco e seis horas, o que revela bem a dificuldade que estamos a sentir para podermos trabalhar nesta autarquia».
 
Francisco Amaral diz ter chegado a acreditar «existir bom senso dentro da autarquia, que se colocassem as prioridades sobre as diferenças políticas, mas até ao momento, isso não se está a verificar, razão pela qual tenho de reconhecer que se trata de uma política que não leva a lado nenhum e só destrói Castro Marim».
 
Com a esperança de que, um cenário de eleições possa trazer uma expressão clara do sentido de voto dos castromarinenses, Francisco Amaral sublinha que «precisa de uma maioria confortável» para poder levar por diante os projetos que tem em curso.
 
O autarca vai dar conhecimento desta decisão ao líder do partido, Rui Rio.
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Eleições:Francisco Amaral quer «paz e tranquilidade» para fazer obra em Castro Marim



-

PSD Algarve critica evento realizado em Tavira



-

ArQuente volta a dar música ao pôr do sol entre Faro e Sagres



-

PCP quer saber que planos estão em curso para a Delegação da RTP em Faro



-

Deputados do PS mostraram Assembleia da República a estudantes algarvios



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Golfinhos encurralados na Ria Formosa salvos a tempo

Golfinhos encurralados na Ria Formosa salvos a tempo

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve

Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve

ver mais
 
VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes

VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes

ver mais
 
Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”

Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio