Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Associativismo debatido em Lagos conclui que "pessoas vivem voltadas para si mesmas e não para a sociedade"

Associativismo debatido em Lagos conclui que "pessoas vivem voltadas para si mesmas e não para a sociedade"
Imprimir Partilhar por email
24-03-2019 - 12:54
Teve lugar na passada quinta-feira, mais um encontro do Grupo dos Amigos de Lagos, na Biblioteca Municipal Dr. Júlio Dantas, onde se refletiu sobre a situação atual do movimento associativo em Lagos.
 
Na sessão os presentes debruçaram-se sobre se o associativismo, "que foi um dos pilares da vida comunitária", ainda tem lugar na sociedade moderna, se a dependência de apoios da administração central e local permite a sobrevivência de associações sem gestão empresarial e profissional, se a população tem tempo para dedicar-se aos interesses comuns dos moradores, ou como motivar a participação dos jovens.
 
De acordo com nota do Grupo dos Amigos de Lagos, foi reconhecido que na cidade há dezenas de associações, algumas muito antigas e com muita utilidade e outras de constituição recente, principalmente desportivas, mas "há menos voluntariado", as pessoas participam e quotizam-se menos, ou "não aparecem, nem para renovarem os corpos sociais". 
 
Apesar da variedade de meios que hoje permitem a divulgação, em certa medida "a não adesão resulta de não se saber bem o que faz" cada associação. "As pessoas vivem voltadas para si mesmas e não para a sociedade e estão menos disponíveis, não por má vontade, mais por comodidade". Foi ainda referido há poucas associações de carácter económico, que "há um valor imenso que as entidades públicas pagam a associações e nem todas desempenham um trabalho relevante". Um associativismo saudável "deverá ser mais independente financeiramente". Por outro lado, o fortalecimento das associações "é um inegável contributo para que a democracia seja tão participativa quanto representativa".
 
O próximo Encontro de 5ª Feira, inserido no ciclo "Viver em Comunidade" e no projeto "Lagos, a nossa cidade", está marcado para 4 de abril e terá como tema a participação cívica dos jovens.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

“Revitalizar Monchique” arranca em maio com voluntariado na Via Algarviana



-

VRSA:Homem detido por roubos na via pública



-

Estudantes do Instituto Piaget de Silves ensinam anatomia humana a alunos do 1ºCiclo



-

"Grande Bandeira da Liberdade" foi apresentada em Castro Marim



-

Albufeira prepara-se para receber cerca de 20 mil motociclistas



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Saiba onde é mais caro comprar casa no Algarve

Saiba onde é mais caro comprar casa no Algarve

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
“Revitalizar Monchique” arranca em maio com voluntariado na Via Algarviana

“Revitalizar Monchique” arranca em maio com voluntariado na Via Algarviana

ver mais
 
VRSA:Homem detido por roubos na via pública

VRSA:Homem detido por roubos na via pública

ver mais
 
Estudantes do Instituto Piaget de Silves ensinam anatomia humana a alunos do 1ºCiclo

Estudantes do Instituto Piaget de Silves ensinam anatomia humana a alunos do 1ºCiclo

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio