Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Caspa

Imprimir Partilhar por email
12-08-2013 - 17:07
A caspa é o termo popularmente mais conhecido para descrever um problema no couro cabeludo. Trata-se de uma proliferação de escamas brancas que enfraquece os fios do cabelo e que pode acelerar o seu ciclo de vida-queda. A caspa é crónica, muito embora tenha fases de maior incidência.
 
Causas: 
 
A caspa é um estado descamativo do couro cabeludo que ocorre como consequência de uma reprodução acelerada das células do couro cabeludo que se manifesta através de escamas brancas que são células mortas. 
 
A caspa pode ser seca ou oleosa, dependendo do tipo de pele do couro cabeludo. No caso da seca, esta forma escamas finas que caem facilmente sobre os ombros. Na oleosa, as partículas tendem a permanecer coladas à cabeça, em forma de placas. 
 
Apesar de não existir uma explicação capaz de responder ás causas da caspa, pensa-se que o estilo de vida, os maus hábitos alimentares, o stress, a ansiedade, uma alimentação rica em gorduras, possa aumentar o problema. Neste sentido, também se acredita que, a caspa não está associada à lavagem frequente do cabelo. 
 
Prevenção: 
 
Como o melhor tratamento para qualquer problema de saúde é a prevenção, acredita-se que, uma alimentação equilibrada, a manutenção de hábitos de vida saudáveis, o controlo na ingestão de gorduras e a tentativa de desfrutar de momentos de lazer e de descompressão, possa melhorar ou mesmo prevenir a caspa. 
 
Naturalmente é um problema recorrente que pode ser atenuado com estes cuidados, a que se acrescenta a lavagem do cabelo para evitar o excesso de seborreia que dá lugar à calvície. 
 
Descrição: 
 
Tecnicamente, a caspa designa-se por Dermatite seborreica, que se enquadra numa doença da pele que ataca o couro cabeludo, a face e outras partes do corpo, especialmente as abundantes em glândulas sebáceas. Este problema provoca eritema, descamação oleosa e prurido. 
 
Acredita-se que o fungo Malassezia furfur (cujo nome anterior era Pityrosporum ovale) contribua para essa situação. Este fungo habita normalmente os folículos pilosos, e pode haver uma reacção imune que contribua para a dermatite. 
 
Tratamento: 
 
De um modo geral, é recomendado tratamento o uso de cetoconazol e corticosteroides, na forma de loções, cremes ou shampoo anticaspa. 
 
Em casos simples, a caspa pode ser tratada com produtos comuns de higiene pessoal e cosméticos, já em casos mais graves o tratamento deve ser conduzido sob a orientação de um médico dermatologista. 
 
Nota: Entenda este artigo como meramente informativo e um ponto de partida para procurar a ajuda de um médico especialista em caso de presença de caspa.
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Café “pode ser uma fantástica medicina natural”



-

Japão desenvolve células capazes de regenerar miocárdio



-

Cancro: dez sintomas que todos devem saber



-

Colesterol



-

Claustrofobia



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Professora de escola de Olhão vence prémio “Professor Inovador do Ano”

Professora de escola de Olhão vence prémio “Professor Inovador do Ano”

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Em junho há Kickboxing na Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines

Em junho há Kickboxing na Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines

ver mais
 
Município de São Brás de Alportel lança Programa “Mais Família Sénior”

Município de São Brás de Alportel lança Programa “Mais Família Sénior”

ver mais
 
Semana Intercultural de Portimão começa com uma história para crianças

Semana Intercultural de Portimão começa com uma história para crianças

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio