Sociedade

Covid.19: Loulé ativa unidade de apoio à saúde pública na biblioteca municipal

 
A Câmara Municipal de Loulé informou que ativou numa ala da Biblioteca Municipal de Loulé a UASP - Unidade de Apoio à Saúde Pública de Loulé, estrutura que visa fazer o acompanhamento da situação epidemiológica do concelho.

Para a autarquia, a unidade constitui "um reforço à saúde pública do concelho", tendo sido desenvolvida no início do ano, pelo acentuar do surgimento de novos casos de infeção, sendo uma parceria com o ACES Central da Administração Regional de Saúde.
 
Esta unidade instalada no edifício da biblioteca, funciona diariamente, das 9h00 às 20h00, e integra uma equipa coordenada pela Autoridade de Saúde, na pessoa do delegado local de saúde. 
 
Além da equipa da Saúde Pública de Loulé, a unidade inclui também diversos profissionais de saúde do ACES Central, técnicos da Câmara Municipal de Loulé e do Serviço Municipal de Proteção Civil e um militar da Guarda Nacional Republicana que, distribuídos por seis equipas de trabalho, irão dedicar-se a diversas áreas de gestão da pandemia no concelho.
 
A realização de inquéritos epidemiológicos, a avaliação de indivíduos em vigilância ativa, a gestão de surtos, a requisição, planeamento e operacionalização de testes laboratoriais e o apoio administrativo e logísticos são algumas das funções que estes colaboradores desempenham nesta estrutura, explica a mesma fonte.
 
A criação da Unidade de Apoio à Saúde Pública de Loulé junta-se, assim, ao conjunto de iniciativas da Câmara Municipal de Loulé para apoiar e complementar o trabalho do Serviço Nacional de Saúde no contexto pandémico, como é o caso da criação da Área dedicada a Doentes Respiratórios de Loulé (ADR), estrutura multifuncional instalada pela autarquia, para consultas, zona de vacinação e de testagem; ou ainda a criação de Zonas de Apoio à População (ZAP).